Apometria

O termo Apometria vem do grego Apó – que significa além de, fora de -, e Metron – relativo à medida. Representa uma técnica terapêutica de desdobramento entre os corpos físicos e espirituais do ser humano, induzida pela energia mental do trabalhador encarnado, através de pulsos magnéticos, que pode ser aplicada em qualquer pessoa, independente de idade, estado de sanidade física ou mental e da resistência oferecida. É um método geral, fácil de ser utilizado por pessoas devidamente habilitadas e dirigentes capazes.

Talvez a maioria das doenças se inicie no corpo astral, e isso mostra uma tendência para a Medicina se tornar integral, isto é, um grupo de médicos e curadores atendendo as mazelas patológicas físicas, trabalhando ao lado de outro grupo de médicos e curadores desencarnados, que se encarregarão dos corpos espirituais.

O êxito dos procedimentos reside na capacidade de manipular o campo energético do assistido, atuando diretamente nos corpos mental e emocional, mudando paradigmas e influências energéticas de vidas passadas.

É um excelente procedimento nos tratamentos de síndrome do pânico, depressão, bipolaridade, toc, e outros transtornos psicológicos, sobretudo como método auxiliar nos tratamentos da medicina tradicional.

Em 1965, um porto-riquenho de nome Luiz Rodrigues realizou uma palestra no Hospital Espírita de Porto Alegre, demonstrando uma técnica que vinha empregando nos enfermos em geral, obtendo resultados satisfatórios. Denominada Hipnometria, essa técnica foi defendida no VI Congresso Espírita Pan-americano, em 1963, na cidade de Buenos Aires. A técnica consistia na aplicação de pulsos magnéticos concentrados e progressivos no corpo astral do paciente, ao mesmo tempo em que, por sugestão, comandava o seu afastamento. Luiz Rodrigues era um investigador, não era espírita nem tampouco médico, mas trouxe possibilidades novas e um imenso campo para pesquisas e experimentação, se conduzidas com métodos objetivos e sistemáticos.

O Dr. José Lacerda de Azevedo, médico gaúcho, testou a técnica com sua esposa, dona Yolanda, médium de grande sensibilidade, e utilizando criteriosa metodologia, aliada aos seus conhecimentos da doutrina espírita e à observação constante de fenômenos, aprimorou-a e sistematizou-a, passando a chamá-la de “Apometria”. Desenvolveu assim um grande trabalho na Instituição Espírita Assistencial “Casa do Jardim”, onde trabalhavam homens e mulheres de boa vontade, entre espíritas, umbandistas, teosofistas, esotéricos etc., e foi carinhosamente qualificado por seus pares como o “Preceptor da Medicina Espiritual”.

Na época, identificou-se um grande complexo hospitalar na dimensão espiritual, denominado Hospital Amor e Caridade, de onde partiam o auxílio e a cobertura aos trabalhos assistenciais dirigidos por ele, para a cura dos chamados distúrbios espirituais.

Tinha uma visão larga e liberal, aceitando todas as ferramentas de trabalho comprometidas com o amor. a verdade e a caridade.

Os sete níveis ou corpos

De acordo com a antiga tradição oriental, o homem possui sete corpos: Físico, Duplo Etérico, Astral, Mental Inferior, Mental Superior, Búdico e Átmico. Os corpos Físico e Etérico são corpos materiais, que se perdem por ocasião da morte. Os demais são Espirituais e o ser os vai abandonando gradativamente, à medida que evolui, até se tornar espírito puro.

São pontos importantes no trabalho apométrico: a harmonia do grupo de trabalho em perfeita sintonia com a egrégora espiritual, o domínio da técnica apométrica e a imprescindível cobertura da Espiritualidade Superior. 7corpos

Na sistematização das técnicas apométricas, foram listadas treze leis, mas o grupo de trabalho pode desenvolver suas próprias técnicas, de acordo com as experiências que vivenciam no dia-a-dia.

Para quem quiser conhecer melhor o trabalho com Apometria, eu indico a Fraternidade Espiritual Dr. Lourenço, em São Paulo, que realiza cursos e atendimentos (presencial e à distância), bem como dispõe de bibliografia e material para download em seu site www.apometria.com.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s